Archive Pages Design$type=blogging

fbbox/https://www.facebook.com/revista21

Emílio Gouveia Miranda: (N)A Equação Matemática da Vida

Emílio Gouveia Miranda ficou em segundo lugar no Concurso Novos Autores - Revista 21/Bertrand . De estruturação arrojada para mini-conto,...


Emílio Gouveia Miranda ficou em segundo lugar no Concurso Novos Autores - Revista 21/Bertrand. De estruturação arrojada para mini-conto, «(N)A Equação Matemática da Vida» é um olhar emotivo ao passado através de vários pontos de vista que, contudo, se centram num único personagem. Com um estilo marcadamente realista, Emílio Gouveia Miranda pinta de forma nítida um retrato de saudade e nostalgia.


I

É normal pensarmos que certas tragédias nunca nos acontecem. Completo engano. Qualquer uma pode escolher-nos, na equação matemática da vida.
Mas cada dia é um recomeço. Cada recomeço, uma oportunidade.

II

A casa ardeu num ápice. Como ardem as casas velhas, ressequidas.
Vi o fumo, do fundo do povo, enquanto andávamos no lameiro a arrancar batatas.
Era sábado e o plano, findo o trabalho, uma ida ao cinema. Mas os planos mudam. Quando menos se espera.

III

Um pensamento. Um único.
Ao longo dos anos tinha comprado num alfarrabista da cidade uma meia centena de revistas de BD que eram o seu tesouro pessoal. Estavam guardadas sob a cama, numa caixa que ele mesmo havia construído. Naquele dia percebeu que tudo era relativo. Perante todas as perdas, lamentava apenas aquela.

IV

A casa que foram habitar, por empréstimo, estava fechada havia anos, despida e semi-arruinada. Ficava no meio do povo e recebia a sombra de um palacete, com brasão de armas, terreiro e quintais nas traseiras, onde havia árvores, empenas de videiras e um tanque. No pequeno largo fronteiro, uma capela e uma pequena tasca, onde à noite se juntavam grupos de jogadores de cartas e de bebedores de bagaço, debaixo de uma televisão, que recebia os olhares distraídos destes entusiastas do desporto sentado. Imperava o cheiro a aguardente, a pataniscas, sardinhas e iscas de cebolada.

V

Permaneceram algumas semanas mais na aldeia. Mas o início do Inverno haveria de os levar definitivamente para a cidade, desta feita para habitarem eles próprios um palácio. Janelas generosas, divisões amplas, e uma quinta para cuidar. Durante meses viveu a ilusão da redescoberta de espaço. Havia, próxima, uma nova realidade de ruas e ruelas, lojas e recantos novos na cidade. Defronte, o amplo jardim da estação rivalizava com os socalcos que escorriam nas traseiras do casarão, debruçados sobre as encostas que se detinham à vista do Corgo.
Havia espaço para os arcos e as flechas.

VI

É nas derrocadas que avaliamos a nossa dimensão. Não só pela quantidade de destroços, mas sobretudo pela capacidade de levarmos a cabo a reconstrução.

VII

Perante as adversidades, o pai era sempre um homem sereno e positivo, que subscrevia à risca a máxima de que enquanto estamos vivos tudo é possível e vale a pena. Sabia bem do que falava…
Na verdade a vida não foi feita para ser perfeita, mas para ser vivida. Cada contrariedade superada, sem desânimo, mantendo quanto possível a dignidade.
Nada disto foi pensado enquanto a rua e o largo falavam mais alto, e a luz das estrelas iluminava mais do que aquela que encobria os recantos sombrios da casa. Mas a lembrança que vem com o tempo, haveria de o fazer recordar todas estas coisas e tecer acerca delas as reflexões que apenas a distância permite.
Longe do calor das chamas e do fumo que nenhum vento dispersa, quando próximo.


Texto: Emílio Gouveia Miranda

<<< Trabalho publicado na edição #12 da Revista 21 >>>

COMENTÁRIOS

Nome

Banda Desenhada Cinema Comportamento Concurso Novos Autores Detinha Avelino Entrevista Eurovisão Eva Duarte Fotografia Jogos Juvenal Letras Livros Música Opinião Óscares 2013 Óscares 2014 Óscares 2015 Óscares 2016 Perfil Revista 21 Revistas Secret Story Sexo Teatro Tecnologia Televisão Web
false
ltr
item
Revista 21: Emílio Gouveia Miranda: (N)A Equação Matemática da Vida
Emílio Gouveia Miranda: (N)A Equação Matemática da Vida
http://4.bp.blogspot.com/-q_jwbTpQVas/UBwgNl0FRXI/AAAAAAAAFig/V1t7SKzJqOo/s640/03.jpg
http://4.bp.blogspot.com/-q_jwbTpQVas/UBwgNl0FRXI/AAAAAAAAFig/V1t7SKzJqOo/s72-c/03.jpg
Revista 21
http://www.revista21.net/2012/08/emilio-gouveia-miranda-na-equacao-matematica-da-vida.html
http://www.revista21.net/
http://www.revista21.net/
http://www.revista21.net/2012/08/emilio-gouveia-miranda-na-equacao-matematica-da-vida.html
true
6702655318561828439
UTF-8
Nenhuma publicação encontrada VER TODOS Ler mais Responder Cancelar a resposta Eliminar Por Início PÁGINAS PUBLICAÇÕES Ver todos RECOMENDADO PARA SI CATEGORIA ARQUIVO SEARCH Nenhuma publicação encontrada com este critério Back Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo há 1 minuto $$1$$ minutes ago há 1 hora $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago Há mais de 5 semanas